Cloreto de Magnésio

cloreto-de-magnesio

Melhora as funções cerebrais.
O consumo de cloreto de magnésio potencializa as funções cerebrais de aprendizagem e diminui a sua perda no envelhecimento.

Como diz o Dr. Lair Ribeiro, cardiologista brasileiro que defende o uso do magnésio, este elemento é um santo remédio. E isso não é propaganda de indústria farmacêutica pois este ramo não tem interesse em que o magnésio seja amplamente indicado pelos médicos – não é elemento possível de ser patenteado, não pode ter dono pois é um elemento natural, que Pacha Mama nos deu.

Melhora o ph do nosso organismo.
A ingestão de magnésio promove o reequilíbrio do nosso pH reduzindo os casos de acidificação do sangue e suas consequências: doenças e infecções.

Calmante do sistema nervoso
O cloreto de magnésio tem um efeito calmante no sistema nervoso e ajuda no bom descanso noturno, acalma nervos superexcitados, impede crises epiléticas e convulsões.

Combate o estresse.
O cloreto de magnésio ajuda no combate ao estresse típico do tipo de vida assumido atualmente pelas sociedades ocidentais. Nesse tipo de estresse o nosso organismo perde muito magnésio por mecanismos neuro-hormonais o que altera a química do nosso cérebro, nos tornando mais sensíveis ainda aos fatores que o geram.

Melhora a função renal.
O cloreto de magnésio ajuda ao bom funcionamento dos rins como filtros mantendo as vias urinárias oxigenadas e desimpedidas de acúmulos de cálcio.

Melhora a qualidade dos ossos e dentes.
Os processos de osteoporose regridem significativamente com a ajuda do magnésio na forma de cloreto já que, está comprovada a relação entre o consumo de cálcio e a absorção de magnésio. Um sem o outro não funcionam.

Previne o infarto do miocárdio.
Muitas vezes acontece o infarto agudo do miocárdio por deficiência de magnésio então, a sua ingesta atua como preventivo e curativo pois sana as palpitações e arritmias que tão frequentemente são os primeiros sintomas de sofrimento cardíaco.

Resolve o cansaço crônico.
Baixos níveis de magnésio costumam estar correlacionados com as ocorrências de cansaço crônico sem causa conhecida e, no caso, o magnésio melhora a capacidade do organismo em converter alimentos em energia.

Reduz o risco de câncer e tumores.
A ingesta de cloreto de magnésio aumenta o magnésio existente nas nossas células o que as mantêm saudáveis impedindo, muitas vezes, a formação de tumores cancerígenos.